2023: o ano da Funes

3 de janeiro de 2024 Off Por João Antunes

2023: o ano da Funes por Delzymar Dias.

Texto extraído da coluna Funes do Jornal a União publicado na data de 29/12/2023.

A Fundação Ernani Sátyro foi inaugurada no ano de 1991. A instituição está localizada no município de Patos e tem por objetivo, além de manter, preservar e divulgar a memória do seu patrono, desenvolver projetos e ações que ampliem as políticas públicas do setor cultural na região. O espaço conta com um amplo acervo que contém objetos de época que pertenceram à família Satyro, duas bibliotecas, auditório, espaços para exposições, setor administrativo e um jardim aconchegante e convidativo.

Edição inaugural do Funes Rock Festival celebrou o Dia Mundial do Rock

Edição inaugural do Funes Rock Festival celebrou o Dia Mundial do Rock

O ano de 2023 foi bastante especial para essa instituição com mais de três décadas de atuação. Lançamos o Programa Permanente de Ações Culturais Descentralizadas, que tem por objetivo promover iniciativas culturais em diversas localidades da cidade, utilizando como base o trabalho de artistas locais inseridos nessas comunidades. A primeira edição do evento foi um sucesso e ocorreu no distrito de Santa Gertrudes, com uma superoficina de pintura baseada na teoria das cores, ministrada pelo artista visual Frankleyson Brasileiro.

A Rua Tiradentes ficou lotada para as ações referentes ao Dia Internacional da Mulher e uma das coisas que chamou atenção foi a inauguração da 2ª versão do mural da Funes, espaço destinado à arte da grafitagem e que enalteceu diversas personalidades femininas que fizeram e fazem história na cidade. O projeto artístico do mural foi coordenado pelos artistas visuais Roberto Nascimento e Alex Souto.

Nossa cidade é conhecida nacionalmente pelo São João, porém, outros estilos musicais possuem um grande número de adeptos por aqui. Sendo assim, três eventos ganharam destaque em nossa programação: o tradicional Carnaval da Funes, a Noite do Chorinho e o Funes Rock Festival. O Centro Histórico de Patos recebeu nosso carnaval, que enalteceu o lado folião dos nossos artistas e incentivou a consolidação cultural dos grupos e blocos que animam a nossa cidade nesse período. Já a noite do chorinho foi magistral.

Em parceria com o grupo Amigos do Chorinho, realizamos um evento em referência ao Dia Nacional do Choro e, pela primeira vez em sua história, a Funes realizou o Funes Rock Festival, com grande estrutura e a participação das bandas Many for Nothing e BudasBand e do músico Renato Marinho. O terreirinho do Forró ficou lotado para celebrar o Dia Mundial do Rock. Uma noite com cultura, alegria e um grande público marcou a 3ª edição do Forró dos Namorados. O evento foi um sucesso de público e quem comandou a noite foram os artistas Sanara Show, Jaelson Gomes e Gustavinho Sanfoneiro. O Forró dos Namorados abre as festividades do melhor período do ano.

No âmbito da literatura, ocorreram vários lançamentos de livros na instituição, entres eles: Mulheres de Chico, dos Bibliófilos da Paraíba; Revolucionárias, de Rui Leitão; Derréis e Zabé da Loca, de Aurélio Filho; Direito à Cidade e Alfabetização Urbana, de Delzymar Dias; Atlas Escolar do Município de Patos, de Wedell Jackson; Pedro e o Leão, de João Miguel; e a Coleção Paraíba na Literatura, da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC). Com o propósito de aproximar os alunos da rede estadual de ensino com os escritores paraibanos, realizamos a primeira edição do projeto Encontro com a Escrita. Recebemos o escritor e membro da Academia Paraibana de Letras, Rui Leitão e a escritora e membrofundadora da Academia Cajazeirense de Letras e Artes, Nadja Claudino. Participaram do evento alunos da Escola Lúcia Wanderley, do Premen e do Auzanir Lacerda. Pela primeira vez na história, a Funes direcionou uma série de iniciativas coordenadas no distrito de Santa Gertrudes. Reunimos um grande time de pesquisadores e professores para uma conversa sobre a história, a economia, a geografia e as potencialidades do distrito, entre eles: Iracema Urquiza Cavalcanti, Zizinha Urquiza, José Carlos Costa Xavier, Jonalva Morais e Wilson Gomes Leite.

Em parceria com a TV Sol e a Rádio Tabajara, o Funes Cultural ultrapassou a marca de 100 programas exibidos com mais de 140 horas de material gravado sobre a história, cultura e cotidiano da nossa região. A coluna Funes Cultural, espaço mantido em parceria com a EPC através do Jornal A União, chegou à marca de 146 textos publicados.

O ano foi de parcerias com órgãos de segurança, escolas estaduais, imprensa, Centro Cultural Banco do Nordeste, Empresa Paraibana de Comunicação, coletivo Derréis, Clube do Fusca, Secretaria de Educação, 6ª Regional de Ensino, movimento de mulheres Olga Benário, enfim, projetos como o Café Junino, ArrastaDrilha, Secult Itinerante e as exposições que ocorreram só foram possíveis pelo diálogo constante com diversas entidades.