Fundação Ernani Sátyro

Arquivo Enaldo Torres

O arquivo Enaldo Torres Fernandes foi pensado devido o grande número de documentos existentes no acervo doado pela família do Ministro Ernani Satyro.

Na instituição são mais de 40 mil itens, entre cartas, telegramas, manuscritos, originais datilografados, recortes de jornais e fotografias. São registros da vida política do patrono, em sua atuação no cenário político nacional, que foi líder do Governo Costa e Silva na Câmara dos Deputados, relator dos projetos de anistia, das eleições diretas e do projeto de Código Civil, aprovado pela Câmara dos Deputados.

A FUNES pensou em homenagear o patoense Enaldo Torres Fernandes para denominar o arquivo, pela importância de sua trajetória jurídica e de pesquisa. Enaldo era advogado e historiador.

Devido sua busca pelo reconhecimento dos direitos dos cidadãos e pela promoção cultural, a Fundação Ernani Satyro prestou essa homenagem a este grande jurista patoense.