Fundação Ernani Sátyro

Conheça a FUNES

Quem Somos:

A Fundação Ernani Sátyro, cujo objetivo é dinamizar a cultura do município de Patos e adjacentes, além de preservar a memória do seu patrono, tem como endereço o prédio de número 93, na rua Miguel Sátyro, antiga casa de habitação do seu patrono, a qual passou por um processo de restauração, com a preservação de suas características. Sua criação oficial data de 21 de julho de 1988, através do Decreto 5.048, assinado pelo então Governador Tarcísio Burity, sendo que a inauguração se deu em 5 de março de 1991.

A Fundação Ernani Satyro possui em seu acervo: bibliotecas, arquivo particular e pertences do seu patrono, além das medalhas e condecorações a ele atribuídas. Todo esse material encontra-se em exposição permanente, na sede da entidade, constituindo uma grande importância para o estudo da vida política da Paraíba e do Brasil.

Fazem parte ainda da Casa Museu as exposições fotográficas, a sala dos prefeitos e a Biblioteca Maria Ester Fernandes.

No interior da edificação, o visitante vai encontrar: a calçada da leitura, o jardim Dona Capitulina, o arquivo Enaldo Torres Fernandes, o Mausoléu, onde se econtram sepultados o ministro Ernani Stairo e a sua esposa, e o auditório Emília Longo Fernandes.

2 Responses to Conheça a FUNES

  1. Pedro Pontes de Alcântara disse:

    No ano de l981 fui a cidade de Porto Alegre e conheci uma ex namorada do Presidente Getúlio Vargas e por algum motivo não vou citar o nome dela. Eu cobrava dela soluções para a minha Escola de Medicina Veterinária na cidade de Patos pb. E ela convincentemente me disse: No Brasil de hoje só existe 02 pessoas que tem poderes para resolver o problema de vocês; um é o chefe da Casa Civil e o outro é o Ministro do Supremo Tribunal Militar. Ela citou os nomes dos dois, mas só lembro do segundo, que era o Min. Ernani Sátyro. Gravei aquilo na mente e fiz uma fixação na idéia para alcança-lo. Primeiro procurei os Vereadores, depois o Prefeito da cidade e em seguida o Deputado Federal da Cidade. Já em João Pessoa os Deputados Estaduais na Assembléia Legislativa e todos foram unânimes nas respostas: A um estudante de 20 anos era muito cômodo baixar a cabeça e mudar a posição em forma de negação. Ou então dizia assim: Eu sou do MDB não posso fazer nada. Depois de tantas tentativas enfim fizemos uma Greve, a qual durou 06 meses. Eu já fazia parte do DASAN – Diretório Acadêmico do Semiárido Nordestino. Contudo, posso afirmar que tudo foi desenvolvido dentro do maior respeito aos Funcionários, Professores e entre os Estudantes. Após uma fatídica reunião, que durou uma manha toda e quase uma tarde inteira sem intervalo para o almoço o Reitor chegou a anunciar a Reforma Administrativa exonerando todo o quadro administrativo e deixando nos cargos somente as pessoas de nosso gosto. Colocou um Diretor Pró-tempore e um prazo curto para fazer novas eleições.daí imaginei, que poderia conseguir apoio no Estado de São Paulo, onde consegui um Estágio no Instituto Biológico- Um dos maiors e mais avançado Instituto de Pesquisa da América Lataina. Conversei com quase todos os Professores, mas nada de concreto. À tarde, eu buscava o caminho da USP, onde ficava observando algumas Cirúrgias e também tentando buscar uma luz. Descobri, que um Professor fazia parte da comissão de Reconhecimento de Cursos de Medicina Veterinária e os contatos foram aumentando. Com o Guilherme Afif Domingos consegui uma bolsa de estudos no valor de 02 salários mínimos. Com essa quantia no bolso fui tentar ums contratos no Rio de Janeiro. Cheguei bem perto de falar com Jornalista Roberto Marinho, mas não consegui. Ele entrou muito rápido em sua Veraneio. Daí fui para Brasília e lá aconteceu um grande milagre conheci na parada de ônibus um Acadêmico de Medicina, filho do Industrial das Máquinas Nogueira. E, eu disse a ele assim: Sou Líder Estudantil e estou em Brasília para encontrar soluções para a nossa Escola de Medicina Veterinária e Engenharia Florestal. Mostrei minhas identificações e uma carta de recomendações do nosso Diretor. E êle disse considere-se hospedado. Naquele momento vi os meus olhos molhados e ele perguntou: O que é isso paraibano está chorando? Respondi assim: nada é a poeira dos carros! E assim fiquei hospedado por ums 30 ou mais dias. Posso dizer,que falei com todos Deputados e Senadores do nosso Estado e desses somente o Deputado Federal Tarcísio de Miranda Burity demonstrou querer ajudar abrindo caminhos para setor de Reconhecimneto de Cursos do Mec. Lá descobri 02 pessoas chaves eram Paraenses e estavam de férias; uma estava na Ilha de Marajó e a outra estava em Santarém. Para não perder a viagem por completo imaaginei que poderia visitar outros Deputados de estados diferentes para tentar mudar o pensamento dos nossos. Foi andando de gabinete em gabinte, que descobri 02 primos Deputados Federais, um chamava-se Antonio Pontes e o outro Lúcio Alcântara. Os dois me receberam bem, o primeiro me deu muita atençao e falamos sobre o Amapá suas riquezas particularmente s plantas medicinais, as frutas e as belezas naturais e no final disse a ele, quando melhorar de vida iria conhecer, mas nunca fui. ainda tenho vontade.

  2. Gostaria de destacar a importância do Dr. Ernani Satyro, para o desenvolvimento da vida política e econômica do estado da Paraíba. O ex-ministro do suplemo tribunal militar foi um exemplo de honestidade nunca se ouviu falar nada que desabonasse a sua conduta moral, um exemplo de homem público assim foi o ex-ministro ex-governador Ernani Satyro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *